Métricas de Recrutamento: Como Medir a Eficácia do seu Processo de Seleção

O recrutamento é essencial para o sucesso de qualquer organização, mas como Medir a Eficácia do seu Processo de Seleção? Avaliar a eficácia do processo de seleção pode ser desafiador sem métricas adequadas. 

Neste artigo, vamos explorar as métricas de recrutamento mais importantes e como utilizá-las para medir e aprimorar o seu processo de contratação.

1. Taxa de Retenção de Funcionários

Uma das métricas mais fundamentais para avaliar a eficácia do processo de recrutamento é a taxa de retenção de funcionários. 

Esta métrica mede a porcentagem de novos funcionários que permanecem na empresa por um determinado período de tempo, geralmente um ano. Uma alta taxa de retenção indica que o processo de recrutamento está trazendo candidatos que são adequados para o cargo e que se encaixam na cultura da empresa.

2. Tempo Médio de Contratação

O tempo médio de contratação é o período de tempo desde o início do processo de recrutamento até a contratação efetiva do candidato selecionado. Esta métrica é importante para avaliar a eficiência do processo de recrutamento. 

Um tempo de contratação longo pode indicar problemas com o processo, como um funil de recrutamento muito estreito ou uma falta de alinhamento entre os requisitos do cargo e o perfil dos candidatos.

3. Fontes de Contratação

A análise das fontes de contratação é essencial para entender de onde vêm os melhores talentos. Isso envolve rastrear de onde vieram os candidatos que foram contratados, seja por meio de sites de empregos, referências de funcionários, redes sociais ou outras fontes. 

Identificar as fontes de contratação mais eficazes permite que os recrutadores aloquem recursos de forma mais eficiente e concentrem seus esforços nas plataformas que oferecem os melhores resultados.

4. Qualidade do Candidato

A qualidade do candidato é uma métrica subjetiva que avalia a adequação do candidato selecionado para o cargo. Isso pode ser medido por meio de avaliações de desempenho, feedbacks de gestores e colegas de trabalho, e a rapidez com que o candidato se adapta ao ambiente de trabalho. 

Uma alta qualidade de candidato indica que o processo de recrutamento está identificando e atraindo os talentos certos para a organização.

5. Taxa de Aceitação da Oferta

A taxa de aceitação da oferta mede a porcentagem de candidatos que aceitam as ofertas de emprego após receberem uma proposta. 

Uma alta taxa de aceitação indica que o processo de recrutamento está gerando ofertas atrativas e que os candidatos estão interessados em se juntar à empresa. Por outro lado, uma baixa taxa de aceitação pode indicar problemas com a remuneração, benefícios ou cultura organizacional.

6. Tempo para Preenchimento de Vagas Críticas

Algumas posições são mais críticas do que outras e sua vacância pode afetar significativamente o desempenho da empresa. O tempo para preenchimento de vagas críticas mede o período de tempo desde a identificação da vaga até a contratação do candidato selecionado. Reduzir esse tempo é essencial para garantir que a empresa tenha acesso rápido aos talentos necessários para impulsionar o negócio.

7. Satisfação do Candidato

A satisfação do candidato é uma métrica importante para avaliar a experiência geral do candidato durante o processo de recrutamento. Isso pode ser medido por meio de pesquisas de feedback dos candidatos, entrevistas de saída e análise de comentários em plataformas de mídia social. 

Uma alta satisfação do candidato é indicativa de um processo de recrutamento eficaz, que proporciona uma experiência positiva aos candidatos, independentemente do resultado final.

8. Diversidade e Inclusão

A diversidade e a inclusão são fundamentais para o sucesso de qualquer organização. Portanto, é importante medir a diversidade dos candidatos que se candidatam às vagas, bem como a diversidade dos candidatos contratados. 

Isso pode ser feito rastreando dados demográficos, como gênero, etnia e origem socioeconômica. Uma força de trabalho diversificada traz uma variedade de perspectivas e experiências que podem impulsionar a inovação e o sucesso organizacional.

9. Custo por Contratação

O custo por contratação é uma métrica financeira que avalia o custo total de recrutar e contratar um novo funcionário. Isso inclui gastos com publicidade de vagas, taxas de agências de recrutamento, tempo gasto em entrevistas e processamento de candidatos. 

Reduzir o custo por contratação é importante para garantir que o processo de recrutamento seja eficiente e financeiramente viável para a empresa.

10. Taxa de Conversão de Candidatos

A taxa de conversão de candidatos mede a porcentagem de candidatos que avançam em cada etapa do processo de recrutamento. Isso inclui desde a submissão de candidaturas até a aceitação de ofertas de emprego. 

Acompanhar essa métrica ajuda os recrutadores a identificar pontos de atrito no processo e implementar melhorias para aumentar a taxa de conversão e a eficiência geral do recrutamento.

Em conclusão, as métricas de recrutamento desempenham um papel crucial na avaliação e aprimoramento do processo de seleção. Ao medir e analisar essas métricas regularmente, as empresas

Conte com as Soluções da Profits Consulting

Quer otimizar o recrutamento da sua empresa? Conheça a plataforma Pro-Tests

Com ela, é possível economizar o seu tempo e filtrar os profissionais mais capacitados para a sua vaga de maneira rápida e prática.

A Profits Consulting oferece soluções em tecnologias, desde consultorias até o desenvolvimento de softwares personalizados para as suas demandas. 

Teste de Especialidade: Evoluindo a Qualidade da sua Equipe

Em um mundo cada vez mais competitivo e complexo, a qualidade da equipe é um dos principais impulsionadores do sucesso de qualquer organização. 

Uma equipe de alta qualidade não apenas entrega resultados superiores, mas também promove um ambiente de trabalho positivo e colaborativo. 

No entanto, identificar e desenvolver talentos em uma equipe pode ser um desafio. É aqui que entra o “Teste de Especialidade“, uma ferramenta que tem ganhado destaque na gestão de recursos humanos e no aprimoramento da qualidade das equipes.

Neste artigo, exploraremos em detalhes o conceito de Teste de Especialidade, sua importância, como ele pode ser implementado de maneira eficaz e os benefícios que pode trazer para a evolução da qualidade da equipe em qualquer organização.

O que é o Teste de Especialidade
Fonte: Freepik

O que é o Teste de Especialidade?

O Teste de Especialidade, também conhecido como Assessment de Competências ou Avaliação de Habilidades, é um processo utilizado para avaliar as competências e habilidades dos membros de uma equipe. 

O teste de especialidade pode abranger uma ampla variedade de aspectos, como habilidades técnicas, habilidades interpessoais, habilidades de liderança e muito mais. O objetivo principal é identificar pontos fortes e áreas de desenvolvimento em cada membro da equipe.

Existem diferentes tipos de Testes de Especialidade, cada um focando em aspectos específicos. Alguns dos tipos mais comuns incluem:

  1. Testes de Habilidades Técnicas: Avaliam a proficiência em habilidades técnicas relevantes para a função, como programação, design gráfico, ou conhecimento em marketing digital.
  1. Testes de Personalidade: Exploram traços de personalidade e preferências comportamentais que podem influenciar a dinâmica da equipe, como extroversão, empatia, ou liderança.
  1. Testes de Habilidades de Comunicação: Avaliam a capacidade de um indivíduo de se comunicar efetivamente, tanto verbalmente quanto por escrito.
  1. Testes de Liderança: Analisam as habilidades de liderança, como a capacidade de tomar decisões, motivar a equipe e resolver conflitos.
  1. Testes de Resolução de Problemas: Medem a habilidade de resolver problemas complexos e tomar decisões informadas.

Cada tipo de Teste de Especialidade é projetado para fornecer informações específicas que podem ser úteis para a gestão de recursos humanos e para o desenvolvimento das equipes.

A Importância do Teste de Especialidade

A importância do Teste de Especialidade na evolução da qualidade da equipe é multifacetada. 

Aqui estão alguns dos motivos pelos quais essa prática é tão relevante:

Identificação de Talentos

Um dos principais benefícios do Teste de Especialidade é a capacidade de identificar talentos ocultos dentro da equipe. 

Muitas vezes, os membros da equipe podem possuir habilidades ou competências que não são evidentes em suas funções cotidianas. 

Ao realizar avaliações, as organizações podem descobrir potencial não explorado e, assim, aproveitar ao máximo os recursos humanos disponíveis.

Desenvolvimento Individual

O Teste de Especialidade não é apenas sobre avaliação, mas também sobre desenvolvimento

Ao identificar áreas de desenvolvimento para cada membro da equipe, é possível criar planos de treinamento personalizados. 

Isso não apenas ajuda os indivíduos a melhorarem suas habilidades, mas também contribui para o fortalecimento da equipe como um todo.

A Importância do Teste de Especialidade
Fonte: Freepik

Formação de Equipe Efetiva

Uma equipe é mais do que a soma de suas partes. Ela é um sistema interconectado onde a dinâmica de grupo desempenha um papel fundamental. 

O Teste de Especialidade pode ajudar a entender como os diferentes membros da equipe se complementam ou se chocam. 

Isso permite que os gestores de equipe formem grupos que funcionem bem juntos, aumentando a eficácia e a produtividade.

Tomada de Decisões Informadas

As decisões de contratação, promoção e designação de tarefas devem ser baseadas em informações sólidas. 

O Teste de Especialidade fornece dados objetivos que podem guiar as decisões de recursos humanos

Isso ajuda a garantir que os membros da equipe sejam alocados nas funções certas e que as promoções sejam concedidas com base no mérito.

Melhoria da Satisfação dos Funcionários

Quando os funcionários sentem que suas habilidades e competências são reconhecidas e valorizadas, sua satisfação no trabalho aumenta. 

O Teste de Especialidade pode contribuir para um ambiente de trabalho mais positivo, onde os funcionários se sentem valorizados e apoiados em seu desenvolvimento.

7 Passos para Implementar o Teste de Especialidade de Maneira Eficiente

Para colher os benefícios do Teste de Especialidade, é fundamental implementá-lo de maneira eficiente e estratégica. 

Confira abaixo 7 etapas-chave para garantir uma implementação bem-sucedida:

1. Defina os Objetivos

Antes de começar a realizar avaliações, é importante definir claramente os objetivos do Teste de Especialidade. 

Isso pode incluir identificar áreas de desenvolvimento, formar equipes mais eficazes, ou melhorar a tomada de decisões de recursos humanos. 

Ter metas claras ajudará a direcionar o processo de avaliação.

7 Passos para Implementar o Teste de Especialidade de Maneira Eficiente
Fonte: Freepik

2. Escolha os Testes Adequados

Como mencionado anteriormente, existem diferentes tipos de Testes de Especialidade. 

Escolha os testes que são mais relevantes para os objetivos da sua organização. 

Por exemplo, se o objetivo é melhorar as habilidades técnicas da equipe, concentre-se em testes relacionados a essas habilidades.

3. Comunique de Forma Transparente

A comunicação é fundamental para o sucesso do Teste de Especialidade. 

Certifique-se de que os membros da equipe compreendam o propósito das avaliações e como elas serão usadas. 

É importante enfatizar que o objetivo é o desenvolvimento pessoal e aprimoramento da equipe, não uma avaliação punitiva.

4. Realize as Avaliações de Forma Consistente

Para obter resultados significativos, é essencial realizar as avaliações de forma consistente em toda a organização. 

Isso permite comparar o desempenho de diferentes membros da equipe e identificar tendências.

5. Analise e Utilize os Dados

Depois de coletar os dados das avaliações, é importante analisá-los de maneira significativa. 

Identifique tendências, áreas de força e fraqueza, e use essas informações para tomar decisões informadas sobre treinamento, alocação de recursos e desenvolvimento da equipe.

6. Desenvolva Planos de Treinamento

Com base nos resultados das avaliações, crie planos de treinamento personalizados para cada membro da equipe. 

Isso pode incluir cursos de formação, orientação, coaching ou mentorias.

7. Avalie Regularmente o Progresso

O desenvolvimento não é um processo único; é contínuo. 

Avalie regularmente o progresso dos membros da equipe em relação aos objetivos de desenvolvimento estabelecidos. 

Faça ajustes nos planos de treinamento conforme necessário.

5 Benefícios do Teste de Especialidade para a Qualidade da Equipe

A implementação eficaz do Teste de Especialidade pode trazer uma série de benefícios tangíveis e intangíveis para a qualidade da equipe e o desempenho da organização. 

Alguns dos principais benefícios incluem:

1. Aumento da Produtividade

À medida que os membros da equipe desenvolvem suas habilidades e competências, a produtividade tende a aumentar. 

Os funcionários se tornam mais proficientes em suas funções e podem enfrentar desafios com mais eficácia.

5 Benefícios do Teste de Especialidade para a Qualidade da Equipe
Fonte: Freepik

2. Redução de Conflitos

Com uma compreensão mais profunda das personalidades e competências de cada membro da equipe, é possível reduzir os conflitos interpessoais. 

Isso contribui para um ambiente de trabalho mais harmonioso.

3. Melhoria da Tomada de Decisões

A tomada de decisões informadas é uma das principais vantagens do Teste de Especialidade. 

As decisões de recursos humanos, como contratação, promoções e designação de tarefas, são mais acertadas quando baseadas em dados objetivos.

4. Aumento da Retenção de Talentos

Quando os funcionários percebem que a organização está investindo em seu desenvolvimento, eles tendem a ser mais leais e comprometidos. 

Isso pode resultar em uma maior retenção de talentos, o que é fundamental para a consistência da equipe de alta qualidade.

5. Melhoria na Satisfação dos Clientes

Uma equipe bem treinada e eficaz é mais capaz de atender às necessidades dos clientes de forma eficiente e eficaz. 

Isso, por sua vez, pode levar a uma melhoria na satisfação do cliente e na fidelidade à marca.

Desafios na Implementação do Teste de Especialidade

Embora o Teste de Especialidade ofereça muitos benefícios, também enfrenta desafios que as organizações precisam superar para aproveitar ao máximo essa ferramenta. 

Alguns dos desafios comuns incluem:

Resistência à Avaliação

Alguns funcionários podem resistir à ideia de serem avaliados, temendo que isso possa levar a consequências negativas. 

É importante comunicar claramente que o objetivo é o desenvolvimento pessoal e profissional, não a punição.

Desafios na Implementação do Teste de Especialidade
Fonte: Freepik

Escolha dos Testes Adequados

Escolher os testes certos para avaliar as competências desejadas pode ser um desafio. 

É importante realizar uma pesquisa cuidadosa e consultar especialistas em recursos humanos para garantir a escolha dos testes mais apropriados.

Integração com a Cultura Organizacional

Para que o Teste de Especialidade seja eficaz, ele deve ser integrado à cultura organizacional. 

Os resultados das avaliações devem ser usados para tomar decisões e orientar o desenvolvimento da equipe de maneira consistente com os valores e objetivos da organização.

Considerações Finais

O Teste de Especialidade é uma ferramenta valiosa para a evolução da qualidade da equipe em qualquer organização. 

O teste oferece uma abordagem estruturada para avaliar as competências e habilidades dos membros da equipe, identificar talentos ocultos, desenvolver indivíduos e formar equipes eficazes. 

Quando implementado de maneira eficiente e estratégica, o Teste de Especialidade pode resultar em um aumento significativo da produtividade, redução de conflitos, melhor tomada de decisões e maior satisfação dos funcionários e clientes.

No entanto, é importante reconhecer os desafios associados à implementação do Teste de Especialidade e abordá-los de maneira proativa. 

Com uma abordagem cuidadosa e o comprometimento de toda a organização, o Teste de Especialidade pode se tornar uma ferramenta poderosa para impulsionar o sucesso da equipe e da organização como um todo. 

Portanto, investir na qualidade da equipe por meio do Teste de Especialidade é um passo fundamental para o crescimento e a excelência no ambiente de negócios atual.

Conte com as Soluções da Profits Consulting

Quer otimizar o recrutamento da sua empresa? Conheça a plataforma Pro-Tests

Com ela, é possível economizar o seu tempo e filtrar os profissionais mais capacitados para a sua vaga de maneira rápida e prática.

A Profits Consulting oferece soluções em tecnologias e gestão de conteúdo, desde consultorias até o desenvolvimento de softwares personalizados para as suas demandas. 

Conte com a Profits Consulting para soluções na área de Tecnologia e Gestão Documental.

Automação de processos de RH

A automação de processos de RH está se tornando cada vez mais vital para as empresas. O método manual tradicional de lidar com tarefas de RH, como integração, gerenciamento de desempenho e processamento de folha de pagamento, pode ser demorado e sujeito a erros.

Isso ajuda a aumentar a eficiência, reduzir erros, economizar tempo e dinheiro e permite que as equipes de RH se concentrem em iniciativas estratégicas. Confira no artigo!

Automação de processos de RH
Fonte: Freepik

Leia:

Automatizando Processos de RH

A vantagem de automatizar os processos de RH é permitir uma melhor análise dos dados. Ao ter todos os dados dos funcionários em um só lugar, as empresas podem analisar as tendências em torno dos níveis de produtividade e engajamento dos funcionários.

Isso ajuda a identificar áreas onde melhorias podem ser feitas ou onde os funcionários podem precisar de suporte adicional ou oportunidades de treinamento.

Aumenta a eficiência e ajuda na avaliação de desempenho

A automação de processos de RH fornece uma solução abrangente para acompanhar o desempenho dos funcionários ao longo do ano. Ao automatizar as avaliações de desempenho, fica mais fácil para a gerência monitorar melhor o progresso dos funcionários em relação às metas e objetivos definidos.

Assim, os gerentes podem identificar rapidamente os funcionários com melhor desempenho e aqueles que precisam de mais treinamento ou suporte para melhorar sua produção de trabalho.

Em resumo, a automação de processos de RH ajuda a otimizar os processos de RH, reduzindo a carga de trabalho administrativa e melhorando os níveis de precisão. 

Ele garante que os funcionários sejam avaliados objetivamente com base em métricas quantificáveis, em vez de serem influenciados por opiniões ou preconceitos pessoais.

Torna a comunicação da equipe melhor

A automação de processos de RH pode tornar a comunicação da equipe mais eficiente e eficaz. Ao automatizar tarefas rotineiras de RH, como integração, registro de benefícios e avaliações de desempenho, os funcionários têm mais tempo para se concentrar em suas responsabilidades principais e colaborar com seus colegas. 

Automação de processos de RH
Fonte: Freepik

Isso pode levar a um melhor trabalho em equipe e, finalmente, melhorar a qualidade geral do trabalho produzido. Além disso, os processos automatizados de RH também podem fornecer uma plataforma centralizada para comunicação entre os membros da equipe. 

Por exemplo, um portal online onde os funcionários podem acessar documentos importantes de RH ou enviar solicitações de folga ou outras necessidades pode agilizar os canais de comunicação e reduzir o risco de falhas de comunicação ou perda de informações.

No geral, a implementação da automação de processos de RH pode ser uma ferramenta valiosa para melhorar a comunicação da equipe dentro de uma organização. 

Ao liberar tempo e fornecer canais de comunicação centralizados, os empregadores podem permitir que suas equipes trabalhem juntas de forma mais eficaz em busca de objetivos comuns.

Torna a contratação e processo de seleção mais eficientes e precisos

Um dos benefícios mais significativos da automação de processos de RH é a precisão aprimorada na seleção de candidatos. Ferramentas automatizadas podem filtrar currículos e aplicativos com um nível de velocidade e precisão que os humanos não podem igualar, reduzindo significativamente a probabilidade de erros ou omissões no processo de triagem.

Além disso, os sistemas automatizados podem ajudar a eliminar preconceitos na seleção de candidatos usando métricas objetivas para avaliar os candidatos com base em suas qualificações.

Ao analisar os principais indicadores de desempenho, como tempo de contratação, fontes de candidatos e custos de recrutamento, os líderes de RH podem identificar áreas em que precisam melhorar e tomar decisões baseadas em dados sobre como alocar recursos com eficiência.

Em última análise, ao alavancar a tecnologia para automatizar processos críticos de RH do início ao fim, as empresas podem melhorar a eficiência enquanto tomam melhores decisões de contratação ao longo do caminho.

Automação de processos de RH
Fonte: Freepik

Conte com as Soluções da Profits Consulting

Quer otimizar o recrutamento da sua empresa? Conheça a plataforma Pro-Tests! Com ela, é possível economizar o seu tempo e filtrar os profissionais mais capacitados para a sua vaga de maneira rápida e prática.

A Profits Consulting oferece soluções em tecnologias e gestão de conteúdo, desde consultorias até o desenvolvimento de softwares personalizados para as suas demandas. Conte com a Profits Consulting para soluções na área de Tecnologia e Gestão Documental.

DISC: O que é, para que serve e como funciona.

Se você quer conhecer melhor a si mesmo e aos outros, o teste DISC é uma excelente ferramenta para isso. Essa metodologia foi criada por um psicólogo para entender melhor o comportamento das pessoas e traçar perfis de acordo com suas tendências emocionais.

O que é o teste DISC?

Teste DISC é uma metodologia de avaliação psicológica que permite identificar quatro tipos básicos de comportamento nas pessoas:

Criada pelo psicólogo William Moulton Marston no início do século 20, essa teoria é utilizada para selecionar profissionais e desenvolver talentos nas empresas. Desde então, vários outros profissionais da área criaram seus próprios formulários e relatórios baseados no teste DISC, oferecendo diversas soluções em avaliação para empresas.

Para que serve o DISC?

O teste DISC é uma ferramenta útil para o autoconhecimento e conhecimento do outro, amplamente utilizada na área de Recursos Humanos. O método é um dos mais utilizados no processo de assessment, que é uma avaliação do comportamento e competências para identificar o perfil e potencial do profissional. Por meio dos instrumentos de assessment, o RH cria métricas para recrutar e selecionar melhor, avaliar o desempenho dos colaboradores, desenvolver talentos e traçar planos de carreira ideais para cada indivíduo. Nesse contexto, o DISC é uma ferramenta essencial para descobrir o estilo comportamental das pessoas, aumentando as chances de sucesso pessoal e profissional.

Como funciona o teste DISC?

O teste DISC é aplicado por meio de questionários e formulários, que permitem a identificação do perfil dominante em cada indivíduo. Cada fornecedor do teste cria seus próprios métodos e relatórios, que vão desde uma seleção simples de palavras até modelos de formulários mais complexos, que criam representações gráficas avançadas a partir das respostas. Mas um dos modelos mais comuns ainda é o questionário de múltipla escolha, que permite realizar o teste DISC online ou por meios físicos. Geralmente, as perguntas abordam opiniões, preferências, gostos pessoais e visões de mundo, e as respostas devem ser intuitivas.

Podemos ajudar a transformar e melhorar a sua empresa! 

O objetivo da avaliação psicológica com DISC não é fazer julgamentos ou estabelecer critérios de quem é o melhor, e sim buscar a partir de técnicas e testes específicos, compreender as diferenças individuais de determinado sujeito.

Conheça o PRO-TESTS, a ferramenta da Profits Consulting que garante total segurança e confiança no seu processo de recrutamento e seleção da sua empresa.

Podemos mencionar alguns tipos de testes do Pro-tests:

  • Tecnologia da Informação
  • Áreas de atuação
  • Conhecimentos gerais
  • Idiomas
  • Psicológicos (Avaliação DISC e Raciocínio Lógico)
  • Software (ex.: Pacote office)

Entre em contato conosco!!

Como escolher o melhor candidato?

Hoje em dia, as avaliações por testes são comumente usadas em quase todos os setores. Por exemplo, mais de 80% das empresas usaram alguma forma de avaliação de habilidades na hora da contratação de algum funcionário.

Uma avaliação avalia uma pessoa usando uma série de testes. As respostas são usadas para calcular uma pontuação, categorização e dará insights claros sobre o perfil do realizador e se o mesmo está de acordo com as necessidades da vaga em questão, além de filtrar quais candidatos estão mais aptos a preencher a oportunidade em destaque. Isso é possível por meio de fórmulas e cálculos por trás das perguntas predefinidas na avaliação.

Existem muitos tipos de avaliações, categorizadas por setor, objetivos, metodologia, etc. Dê uma olhada neste guia abaixo para selecionar a ferramenta de avaliação certa para sua empresa.

Podemos mencionar alguns tipos como:
• Tecnologia da Informação
• Áreas de atuação
• Conhecimentos gerais
• Idiomas
• Psicológicos
• Software (ex.: Pacote office)

Podemos ajudar a transformar e melhorar a sua empresa a escolher os melhores candidatos!

Depois de definir o método que será utilizado em sua empresa, você verá que ele é realmente transformador quando se trata de aumentar a eficiência e rapidez em todo processo, facilitando os recursos remotos, e aumentando sua própria tranquilidade sobre a capacidade de sua empresa de selecionar aquele candidato que está mais apto com a vaga disponível em questão.

Conheça o PRO-TESTS, a ferramenta da Profits Consulting que garante todas as funcionalidades mencionadas acima e muito mais. Tenha total segurança e confiança no seu processo de recrutamento e seleção da sua empresa. Entre em contato conosco!

Evolução e Benefícios dos Testes Online.

1. A tecnologia otimizando os processos de seleção

Encontrar o melhor candidato para uma oportunidade de trabalho que se abre não é algo simples de concluir e é uma ação importante para o sucesso de uma organização. E para garantir que as contratações sejam mais assertivas, os testes para recrutamento e seleção são fundamentais, funcionando como filtros.

Além disso, esses testes não avaliam somente o perfil técnico dos candidatos, mas também pessoal e comportamental. Com isso, os recrutadores otimizam o tempo dos processos seletivos e contratam profissionais mais qualificados.

2. Por que fazer os testes para recrutamento e seleção?

Toda empresa espera contratar colaboradores engajados, produtivos e que entregam bons resultados. Mas para isso, é necessário que eles estejam alinhados aos ideais da instituição, desde os valores, até as habilidades que a rotina de trabalho exige.

Antigamente, as avaliações de perfil e habilidades técnicas eram feitas manualmente e sem grande aprofundamento comprovado pelas metodologias e recrutadores. Mas com softwares de recrutamento e seleção essas etapas acontecem de maneira mais rápida, estruturada e assertiva.

Além disso, os testes para recrutamento e seleção realizados geram rankings e relatórios que demonstram de forma clara as informações, ajudando o recrutador na tomada de decisão.

Podemos mencionar alguns tipos de testes como:

  Tecnologia da Informação

Áreas de atuação

Conhecimentos gerais

Idiomas

Psicológicos

Software (ex.: Pacote office)

Podemos ajudar a transformar e melhorar a sua empresa na área de recrutamento e seleção na era digital!

Depois de definir o método que será utilizado em sua empresa para recrutamento e seleção, você verá que ele é realmente transformador quando se trata de aumentar a eficiência e rapidez em todo processo, facilitando os recursos remotos, e aumentando sua própria tranquilidade sobre a capacidade de sua empresa de selecionar aquele candidato que está mais apto com a vaga disponível em questão.

Conheça o PRO-TESTS, a ferramenta da Profits Consulting que garante todas as funcionalidades mencionadas acima e muito mais. Tenha total segurança e confiança no seu processo de recrutamento e seleção da sua empresa. Entre em contato conosco!

Como testar proficiência de Microsoft Office dos candidatos

A maioria dos currículos recebidos pelos profissionais de contratação contém uma lista de habilidades do Microsoft Office: Word, Excel, PowerPoint e Outlook. Mas a verdade é que a maioria dessas habilidades se limita a funções rudimentares nas ferramentas do Office, como copiar/colarenviar e-mail ou criar uma apresentação.

Um estudo recente feito pela National Skills Coalition mostrou que quase um em cada três trabalhadores dos EUA tem habilidades de informática muito fracas ou quase nenhuma.

Só porque o conhecimento do MS Office está incluído no currículo, isso não significa que o candidato tenha as habilidades necessárias para operar essas ferramentas de forma eficaz. Eles podem ter habilidades básicas do Office, mas elas não são suficientes para fins comerciais complexos. É por isso que este artigo irá ajudá-lo a entender:

  Quais funções mais precisam das ferramentas do Microsoft Office

As desvantagens de contratar alguém que não possui habilidades no Microsoft Office

Os benefícios de usar uma plataforma de testes online para avaliar a proficiência do MS Office

Os tipos de testes que você deve usar para avaliar as habilidades do Microsoft Office

Quais funções exigem testes do Microsoft Office?

A alfabetização em informática não é algo limitado a um pequeno número de funções no mundo dos negócios. Hoje, a maioria dos empregos exige conhecimentos de informática. Existem, no entanto, certas funções no local de trabalho que exigem mais o Microsoft Office do que outras:

Funções administrativas: As funções administrativas exigem que os funcionários usem várias ferramentas de escritório porque um administrador precisa ter conhecimento de sistemas de arquivamento, entrada de dados, gerenciamento de material de escritório e agendamento de compromissos. 

Trabalhos de escritório: Trabalhar no escritório hoje significa ser conhecedor de tecnologia e usar a tecnologia a seu favor. O MS Office precisa fazer parte do conjunto de habilidades de qualquer funcionário de escritório.

Funções gerenciais: Um gerente tem uma infinidade de deveres e responsabilidades no local de trabalho, e quase todos eles exigem o uso de ferramentas e tecnologia do MS Office. Essas tarefas incluem escrever memorandos e procedimentos operacionais, agendar chamadas e reuniões e acompanhar os sistemas de recompensa e reconhecimento, entre outros. 

Vendas e marketing: Participar de correspondência comercial, escrever e-mails profissionais, criar e realizar apresentações, ter uma planilha do Excel como rastreador ou ferramenta de CRM – tudo isso e muito mais são habilidades do MS Office que qualquer profissional de marketing ou agente de vendas precisa.  

Finanças: habilidades avançadas de Excel são necessárias para um contador ou qualquer pessoa que trabalhe em finanças. 

Benefícios de usar um teste de proficiência online do Microsoft Office

Todas as funções mencionadas acima são apenas algumas para as quais o MS Office é um pré-requisito para fazer um bom trabalho. Mas as habilidades do MS Office são um requisito ou úteis para melhorar a produtividade do funcionário em muitos outros trabalhos, reduzindo o tempo necessário nas tarefas e agilizando a comunicação. 

Com isso em mente, um profissional de contratação deve verificar todos os candidatos em sua proficiência no Microsoft Office. 

Dado que muitos candidatos afirmam ter habilidades do MS Office em seus currículos, como você avalia se essas afirmações são verdadeiras? 

A melhor maneira de fazer isso é através de testes online contudo eficiente. Existem algumas razões para isso:

  • Os testes online são fáceis de administrar, dimensionam e fornecem resultados objetivos e imparciais para todos os candidatos.
  • Você pode comparar facilmente as pontuações dos candidatos ao fazer testes online.

Aqui estão os dois benefícios mais importantes de utilizar uma avaliação online para verificar a proficiência no Microsoft Office dos candidatos.

Remover candidatos não qualificados

Não importa se você tem 15, 100 ou 2.000 candidatos para a vaga. Você simplesmente administra o teste online do MS Office com um simples clique e envia o teste para todos os seus candidatos com link de grupo. 

A melhor coisa sobre os testes online é que você não perderá tempo – dos candidatos ou do seu. Com um teste antes da contratação, você vê imediatamente quais candidatos possuem as habilidades necessárias para progredir no processo de contratação e para quais o processo termina naquele momento. 

Considere o seguinte ponto de dados: Qualquer vaga de emprego recebe uma média de 118 inscrições . A entrevista média dura entre 45-60 minutos. Entrevistar todos esses candidatos levaria três semanas inteiras de turnos de 8 horas para avaliar os candidatos. 

Com um teste online, você elimina qualquer candidato que não seja adequado. Para aqueles que se encaixam bem, você acabou de verificar as alegações de proficiência no MS Office em seus currículos. 

Use como parte de seu teste online

Você não usará apenas um teste de proficiência do Microsoft Office — você o usará em conjunto com outros testes como parte de seu kit de teste antes da contratação. 

Digamos que você está contratando um contador. Faria sentido dar a eles um teste online do Microsoft Office Excel – tanto o teste básico quanto o avançado. Mas, além disso, você deve avaliar algumas de suas outras habilidades como parte de seu teste antes da contratação:

  1. Teste de contabilidade financeira: Este teste ajuda a avaliar as habilidades do contador, para que você possa ter certeza de que ele tenha as habilidades necessárias para a função. 
  2. Teste intermediário de matemática: Este teste ajuda a avaliar as habilidades matemáticas do candidato — qualquer bom contador precisa ser bem versado em matemática avançada.
  3. Teste de raciocínio lógico: um teste de raciocínio lógico não é um teste de matemática – este é um teste de raciocínio lógico que avalia a capacidade dos candidatos de raciocinar a partir de números, fazendo com que eles interpretem números, porcentagens, tabelas, gráficos e diagramas.

Avalie o nível de proficiência da sua força de trabalho atual 

Você pode até mesmo dar a seus funcionários um teste de proficiência no Microsoft Office. Com os resultados, você pode analisar as lacunas atuais em sua força de trabalho e criar um plano de treinamento para preencher essas lacunas. 

Saber onde seus funcionários não possuem certas habilidades é sempre melhor porque você pode criar um plano para treiná-los nessas áreas mais fracas, e uma avaliação de habilidades do Microsoft Office pode ajudá-lo com isso. 

Tipos de testes de avaliação do Microsoft Office

Quando se trata de avaliação do Microsoft Office, alguns testes são obrigatórios para avaliar o conhecimento em informática. 

Microsoft Excel

Existem dois testes distintos do Microsoft Excel que você pode enviar aos seus candidatos:

Teste do Microsoft Excel (básico)

Teste do Microsoft Excel (avançado) 

O teste do Microsoft Excel (básico) avalia a capacidade do candidato de ler planilhas, realizar cálculos gerais e usar tabelas. O teste é usado quando você deseja contratar:

Assistentes gerenciais

Assistentes executivos

O teste do Microsoft Excel (avançado) avalia o domínio dos candidatos em ferramentas do Excel, como fórmulas avançadas, relatórios e visualizações, e organização de dados. O teste é usado quando você deseja contratar:

Profissionais de finanças 

Marketing e vendedores

Cientistas de dados

Contadores 

Teste para dar aos seus candidatos: Teste Microsoft Excel (avançado)

Microsoft PowerPoint

O teste do Microsoft PowerPoint avalia as habilidades criativas e criações de conceitos dos candidatos e a capacidade de traduzi-los em apresentações vívidas. Os testes também avaliam suas habilidades técnicas para ver se eles podem criar slides eficazes ou apresentações de slides atraentes e quão bem eles usam objetos. 

O teste é usado quando você deseja contratar: 

Gerentes de desenvolvimento de negócios

Consultores

Funções de marketing

Designers

Teste para dar aos seus candidatos: Teste do Microsoft PowerPoint

Microsoft Word

O teste do Microsoft Word avalia as habilidades dos candidatos com recursos do Microsoft Word, como salvar, proteger, fechar, imprimir um documento, formatar páginas, usar ferramentas de edição e notas de rodapé. 

O teste é usado quando você deseja contratar: 

Assistentes pessoais

Assistentes executivos

Redatores, redatores de conteúdo e editores

Profissionais de marketing

Gerentes de RH

Teste para dar aos seus candidatos: Teste do Microsoft Word

Identifique candidatos fortes com um teste de avaliação do Microsoft Office

A alfabetização em computador não é mais um luxo; é uma obrigação no ambiente de negócios de hoje. E a alfabetização em informática começa com o conhecimento e as habilidades necessárias para operar as ferramentas do Microsoft Office. O ambiente do Pro-Tests irá auxiliar você a avaliar a proficiência dos candidatos nas habilidades do MS e remover os candidatos não qualificados do processo de contratação.  Comece hoje de graça e tome melhores decisões para suas contratações.

5 coisas essenciais que criam um orçamento de recrutamento eficaz

Como recrutador, você deve ter um orçamento de recrutamento eficaz para ajudar a empresa a ter sucesso. No entanto, desenvolver, planejar e implementar um orçamento de recrutamento não é uma tarefa simples. 

Todo gerente de contratação precisa evitar muitos obstáculos, desafios e armadilhas para criar um orçamento de recrutamento adequado. 

Coisas como terceirização do processo de recrutamento , o custo de ferramentas de recrutamento, como sistemas de rastreamento de candidatos e custos de eventos de recrutamento, são apenas alguns dos desafios em todo o processo. 

Este artigo abordará seis elementos essenciais que ajudarão você a desenvolver um orçamento de recrutamento eficaz. 

O que é um orçamento de recrutamento?

Um orçamento de recrutamento é uma estimativa do custo anual geral de contratação. Pode ser dividido em duas categorias: custos internos e externos. 

Os custos internos incluem os salários dos gerentes de contratação e dos recrutadores, enquanto as despesas externas incluem publicidade, software de terceirização e ferramentas de tecnologia de recrutamento. Seu orçamento de recrutamento também deve levar em conta despesas imprevistas, como a saída de funcionários da empresa. 

Está se tornando cada vez mais comum – de acordo com a Harvard Business Review , mais de 11 milhões de funcionários deixarão seus locais de trabalho em um período de três meses em 2021, e isso não é tudo. 

De acordo com a Gallup , 48% dos funcionários estão procurando ativamente novas oportunidades de emprego. Como resultado, você deve contabilizar os custos “inesperados” relacionados à rotatividade de funcionários. 

Agora que estabelecemos o que é um orçamento de recrutamento, vamos ver as responsabilidades. Vamos ver quem é responsável por criar, planejar e executar a estratégia e o orçamento de recrutamento. 

Quem é responsável por um orçamento de recrutamento?

O tamanho da sua organização e o departamento de gestão de talentos influenciarão a criação do seu orçamento de recrutamento. Um orçamento de recrutamento geralmente é o resultado de um esforço colaborativo de muitos funcionários de RH, e ter uma variedade de pontos de vista ajudará na negociação com o C-level.

Um gerente de recrutamento pode criar o orçamento inicial, mas ainda precisa ser autorizado por superiores, como um executivo de RH ou um CFO. Como resultado, estabelecer um orçamento de recrutamento substancial com seus executivos deve fazer parte de sua estratégia de recrutamento.

E ter seu orçamento desejado autorizado não é fácil. A SHRM informou que os recrutadores devem contratar mais pessoas com o mesmo orçamento ano após ano. No entanto, existem algumas coisas que você pode fazer para colocar o pé na porta. 

Seja o primeiroÉ essencial apresentar sua estratégia de recrutamento ao seu nível o mais rápido possível. Isso permite que você negocie as coisas no plano, em vez de simplesmente esperar pela resposta e ter pouco tempo para apresentar seu caso. Espere que alguns elementos da sua estratégia sejam rejeitados, mas concentre-se nos essenciais e trabalhe duro para que eles sejam aceitos. 

Use números para reivindicaçõesDemonstre ao nível que você concluiu sua pesquisa e pode justificar os pontos da estratégia com fatos e números. Isso fará com que você pareça preparado e os executivos não poderão desconsiderar os pontos do plano, pois haverá uma razão (e dados) por trás de cada item do orçamento de recrutamento.

Tente vinculá-lo com a linha de fundoOs executivos adoram qualquer coisa que contribua para o resultado final. Portanto, ao apresentar seu orçamento de recrutamento, demonstre como ele ajudará a melhorar os resultados da empresa, proporcionará uma vantagem competitiva no mercado e oferecerá vantagens adicionais à organização. 

Destaque onde você ta economizando dinheiroPor exemplo, investir em um orçamento de recrutamento é uma técnica de corte de custos, e você deve explicar aos seus executivos por que um orçamento de recrutamento grande pode economizar mais dinheiro do que um menor. 

Identificando as despesas: 6 categorias principais de um orçamento de recrutamento

1. Quadros de empregos

Os custos dos quadros de empregos são como você atrairá clientes em potencial para sua empresa. Não é suficiente publicar uma vaga no site da sua empresa e esperar que os principais candidatos a visitem. 

Você precisará divulgar suas vagas de emprego , e os quadros de empregos são um excelente lugar para começar. Também será essencial avaliar o custo dos quadros de empregos para funções que precisarão ser preenchidas em sua organização devido à rotatividade de funcionários. 

2. Testes pré-emprego

Todo orçamento de recrutamento deve ter fundos alocados para avaliação pré-contratação. Esses testes desempenham um papel importante nos procedimentos de contratação de hoje.

As empresas recebem centenas de inscrições para suas inscrições, e classificar todos os currículos para identificar os principais candidatos é problemático. Este é o lugar onde os testes pré-emprego entram em jogo. 

Ao procurar contratar um falante nativo de francês , você pode simplesmente administrar um breve exame de competência em francês para todos os seus candidatos e ver como eles se saem. Dessa forma, você não perderá os melhores candidatos e economizará tempo porque os exames pré-contratação podem ser administrados em escala.

3. Software de fornecimento

O uso de software de sourcing automatizado terá um grande aumento no próximo período . Com menos funcionários disponíveis e automação auxiliando no processo de recrutamento e aquisição, o software de sourcing ajudará os recrutadores a localizar os melhores fornecedores. 

Uma coisa a ter em mente é reservar dinheiro suficiente para o software de sourcing e garantir que você está recebendo o valor do seu dinheiro em relação ao software de sourcing.

4. Terceirização do processo de recrutamento (RPO)

Dependendo do tamanho da sua empresa e da equipe de RH, o RPO pode desempenhar várias funções em sua organização. Em relação ao RPO no seu orçamento de recrutamento, você pode escolher uma das quatro opções:

RPO de ponta a ponta – o provedor gerencia todo o processo de recrutamento

RPO baseado em projeto – o provedor o auxilia em um projeto específico, como o lançamento de uma nova filial 

RPO híbrido – onde o provedor ajuda em um aspecto específico do processo de recrutamento

Recrutador sob demanda – o provedor envia um ou dois recrutadores à sua empresa para ajudar na contratação.

5. Sistema de rastreamento de candidatos (ATS)

Um sistema de rastreamento de candidatos (ATS) é um must-have no processo de contratação de hoje. Eles ajudam os recrutadores e gerentes de contratação a economizar tempo, organizar as informações dos candidatos em um único local e rastrear onde cada cliente potencial está no processo de recrutamento.

Os sistemas de rastreamento de candidatos geralmente têm uma cobrança mensal, portanto, é bom localizar um provedor confiável e treinar sua equipe de RH para se acostumar com o ATS.

Entenda a importância e quais são as métricas de recrutamento e seleção

Métricas de recrutamento e seleção são indispensáveis para o RH, especificamente na avaliação da eficiência das contratações e busca por melhorias para o processo seletivo, o que impacta diretamente no negócio.

Isso porque, quando utilizadas de forma correta, essas análises indicam se as pessoas certas estão sendo contratadas e se os custos de contratação estão adequados aos planos da empresa.

Conheça, a seguir, algumas métricas de recrutamento e seleção importantes e que podem tornar seus processos cada vez mais orientados por dados.

Tópicos deste artigo

  1. Tempo de contratação
  2. Custo da contratação
  3. Taxa de retenção
  4. Qualidade da contratação
  5. Como implementar métricas de recrutamento e seleção

Tempo de contratação

É o período entre a publicação da vaga e o primeiro dia de trabalho do novo funcionário. Quantos dias isso leva na sua empresa?

Aparentemente simples, essa é uma das principais métricas de recrutamento e seleção para planejar a substituição de um profissional. Vale lembrar que quanto mais rapidamente uma substituição é concluída, maior o efeito positivo que ela tem sobre a equipe, considerando menos horas extras, menos acúmulo de funções e instabilidade no grupo.

O tempo de cada empresa, no entanto, pode ser influenciado pelo segmento em que ela atua e pelas exigências específicas para o preenchimento de determinados cargos.

Se houver escassez de profissionais qualificados no mercado, claro, o tempo tende a ser maior. Empresas com padrões extremamente rígidos de contratação também costumam ter prazos mais longos para contratação. Por outro lado, aquelas que têm processos eficientes de gerenciamento de talentos costumam ter tempos mais curtos.

Para avaliar se essa métrica de recrutamento e seleção está adequada, a recomendação é comparar o tempo de contratação em diferentes funções e departamentos.

Custo da contratação

O custo por contratação é basicamente o total investido em recrutamento dividido pelo número de pessoas contratadas.

É preciso estar atento, no entanto, para considerar todos os custos envolvidos no processo, desde a publicidade da vaga até o treinamento de novo empregado.

Alguns dos custos indispensáveis para o cálculo dessa métrica de recrutamento e seleção são:

  1. Publicidade de vagas;
  2. Configuração e manutenção de contas nas redes sociais para anúncio de vagas;
  3. Tempo dos gestores para entrevistar candidatos;
  4. Fee de consultores e headhunters, quando houver.

Taxa de retenção

A taxa de retenção de um candidato também é uma das métricas de recrutamento e seleção que indica o sucesso de contratação. Afinal, um profissional que deixa a empresa no primeiro ano de trabalho gera mais custos do que retorno de investimento às empresas. Estudos indicam que o custo de perder um empregado pode chegar a até 4 vezes o seu salário.

Para avaliar adequadamente a taxa de retenção de uma empresa, é importante comparar taxas de retenção de departamentos específicos, de funções e até de diferentes níveis salariais, por exemplo. Quantos desligamentos teve cada departamento? E cada função? E cada nível de salário? Uma análise adequada dessa métrica deve ser realizada a cada 3 ou 6 meses para apontar tendências.

Qualidade da contratação

A qualidade da contratação é normalmente medida pelo desempenho do profissional no seu primeiro ano de trabalho. Profissionais que alcançam altas taxas de performance indicam contratações de sucesso.  A regra é a mesma para profissionais de baixo desempenho, que indicam insucesso nas contratações.

A fórmula para esse cálculo é bastante simples. O índice de qualidade de contratação divide o total de contratações com bom desempenho pelo número total de profissionais contratados em determinado período.

Acompanhar essas métricas de recrutamento e seleção de qualidade de contratação é importante para o RH porque uma única má contratação pode custar à empresa dezenas de milhares de reais em custos diretos e indiretos.

Uma alta taxa de sucesso indica que a maioria dos candidatos contratados alcançou bom desempenho em seu primeiro ano de trabalho. Um índice baixo, por outro lado, indica que o RH precisa urgentemente rever e ajustar seu processo de seleção, a sugestão é possuir uma banca de testes para que os futuros colaboradores tenham passado com qualidade nos exames de seleção, indicamos a plataforma do Pro-Tests para essa atividade.

Como implementar métricas de recrutamento e seleção

Se você estiver em uma grande organização, o caminho lógico para implementar e acompanhar essas métricas é organizar dados do maior número possível de fontes.

A dica é determinar um intervalo de tempo para avaliar as métricas – a cada três meses, por exemplo – e solicitar informações aos respectivos responsáveis.

Seja qual a forma de trabalho, se bem utilizadas pelo RH essas métricas economizarão tempo e dinheiro e trarão um ganho imensurável para a empresa.

Esse artigo foi para mostrar a nossos leitores a importância e quais são as métricas de recrutamento e seleção.

Descubra como reduzir ações manuais no RH!

Divulgação das vagas em portais, triagem de candidaturas, planejamento de processos seletivos, feedback para candidatos, visitas de consultores, treinamentos externos, reuniões e mais reuniões: a rotina do RH é bem corrida, concorda?

A ótima notícia é que dá para otimizá-la bastante, e o principal meio para isso é reduzir ações manuais no RH. Basta olhar a lista aí em cima para identificar várias taredas que podem ser descomplicadas por meio da automação de processos.

E quanto menos tempo e energia a equipe do RH precisa dedicar às tarefas operacionais, mais ela pode se empenhar em atividades estratégicas, o que leva a mais resultados para a empresa. Então, continue a leitura e veja como fazer isso!

Mapear e revisar os fluxos de trabalho

Para começar, temos uma dica bem simples: fazer o mapeamento dos processos de RH. É nesse momento que você vai identificar onde estão os gargalos da produtividade e os excessos de tarefas manuais que demandam tempo e pessoal. 

Afinal, só é possível pensar em formas de otimizar determinado processo se você o conhece muito bem. Já parou para pensar que o excesso de ações manuais pode ser simplesmente por falta de organização ou de inovação na rotina do setor?

Use a tecnologia a seu favor

Se você já tem fluxos de trabalho bem organizados e a equipe de RH é sempre desenvolvida, chegamos ao X da questão: o que você precisa é simplesmente das ferramentas certas

Hoje em dia, usar ou não os recursos tecnológicos não é mais uma opção. Afinal, estamos em um estágio já tão avançado de transformação digital que os procedimentos manuais se tornaram obsoletos, e a insistência neles prejudica bastante os resultados em quaisquer empresas. 

Assim, a forma decisiva de reduzir ações manuais no RH é contar com ferramentas para a automação de processos. E olha só: existe muita coisa que pode ser feita pelos computadores, até mesmo nos recrutamentos!

O melhor disso tudo é que o uso de ferramentas digitais não apenas reduz o número de atividades operacionais realizadas no setor, mas traz impactos amplos na gestão de pessoas. 

Com mais tempo disponível, os profissionais podem se dedicar a tarefas estratégicas, o que revoluciona a forma como a sua empresa lida com os Recursos Humanos.

Abaixo, confira as melhores ferramentas nesse sentido!

Para otimizar as rotinas de trabalho

Em primeiro lugar, a tecnologia favorece a organização das rotinas de trabalho, mitigando erros e evitando retrabalhos. Isso porque as pessoas são mais suscetíveis a problemas como esquecimentos e distrações — mesmo o melhor dos profissionais!

Com o uso de softwares e aplicações para reter informações, a rotina do departamento funciona de forma mais fluida. 

Um exemplo simples se dá pelo emprego de aplicativos para o gerenciamento de tarefas, como o Trello ou o Asana —com eles, é possível anotar compromissos, programar lembretes, coordenar projetos, entre muitas outras tarefas que facilitam o trabalho do RH.

Para integrar processos

A computação em nuvem veio para ficar. Com ela, os dados são armazenados em uma base virtual, o que significa que podem ser acessados de qualquer lugar. E é justamente o uso de aplicações móveis que é possível trocar arquivos de forma descomplicada e integrar processos.

Existem softwares específicos para o RH com diversas funções integradas, de forma que o número de ações a serem realizadas pelos colaboradores se torna bem menor. 

Para automatizar a gestão 

Muitas das tarefas que o RH realiza na gestão de pessoas podem ser feitas de forma totalmente automatizada. Então, livre-se das planilhas e conte com um software de gestão de RH.

Assim, diversos processos que são controlados manualmente podem ser dinamizados, como a gestão de benefícios, o controle de ponto, as variáveis da folha de pagamento, indicadores e relatórios , entre muitos outros. 

Como você viu, é possível reduzir as ações manuais no RH apostando na organização dos fluxos de trabalho e na capacitação da equipe, mas sobretudo aderindo às inovações da área. O uso de recursos digitais na gestão de pessoas é uma tendência mundial e ajuda a tornar as rotinas mais descomplicadas e, os processos, mais eficientes. 

Então, que tal começar pela modernização do seu processo de recrutamento? É fácil: entre em contato conosco para entender por que o Pro-Tests é a ferramenta certa para o seu RH!